Vivemos novos tempos e a Cultura, mais uma vez, mostra sua força adaptando-se com qualidade, de maneira rápida e criativa. A partir de hoje, todas as atividades dos equipamentos que a POIESIS gerencia acontecerão virtualmente. Nesta página, você encontra todos os conteúdos que são apresentados por programa ou por linguagem artística. A atualização será diária e as novidades serão publicadas nas redes sociais dos Programas. Então curta as nossas páginas e leve + Cultura para o seu dia. Esta ação acontece em conjunto com o #culturaemcasa, desenvolvido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo. <3

Nossas
atividades
estão aqui

Fábricas de Cultura
Museus-Casas Literários
Oficinas Culturais
Foto: Divulgação

Oficinas Culturais

EXPOSIÇÃO

O RIO QUE NOS UNE

On-line

Hannah Arendt em seu livro “Homens em tempos sombrios” diz que todos os tempos são mais ou menos sombrios. O que a interessava, ao escrever aqueles ensaios, era justamente buscar os pontos que resistem através das experiências vitais que insistiam em transbordar contra a banalidade da destruição.
Diante do cenário sombrio que vivemos no ano de 2020, em diversos aspectos, o grupo “O fio que nos une”, entendendo a importância de se manter firme e unido frente as adversidades, decidiu realizar uma produção que pudesse reforçar os laços de cuidado e afeto, tão caros a esse grupo, através da potencia do fio que sempre nos uniu: o fio da arte, da poesia.
Frente a destruição de perspectivas apresentadas pelos desdobramentos de uma pandemia, tivemos a ideia inicial de criar um bordado que pudesse ser feito a distância mas que, por essência, possuísse um fluxo comum. Foi então que decidimos pelo desenho de um rio. Dentro desse rio estariam presentes todos os sentimentos vividos durante o período de isolamento: traumas, medos, ansiedades, pequenas e grandes alegrias, crises, solidões e por aí vai. A ideia era que esse rio pudesse criar um movimento de trocas e encontros e metaforizar as conversas que temos nos encontros presenciais do grupo, sempre tão acolhedoras. Aliás, o maior desafio enfrentado pelo grupo foi o desafio da não presença, o fato de estarmos impedidos de nos encontrarmos todos os meses, como habitual, como gostamos de fazer.
Esse rio foi sendo confeccionado durante o ano de 2020 com a ajuda de: Coletivo Meio Fio, Rochele Beatriz, Serena Labate, Ana Martins Marques, Julia Panadés e mais uma linhagem de referências de vários campos artísticos.
O resultado é esse. Um trabalho que pulsa energia afetuosa e desejo de conexão em um fluxo sempre constante, um fluxo que nasce e busca meios de fluir e crescer em conjunto, mesmo com as adversidades, um fluxo intenso de energia vital, um ponto de resistência. Assim como é um rio.

Coordenação: Clube O Fio Que Nos Une.

 

Acesse aqui a exposição virtual: ofioquenosune.wixsite.com/site/exporioquenosune

Em cartaz, de 1/6 a 30/6. Disponível para acessar em qualquer horário. Sem a necessidade de inscrição.

 

ALFREDO VOLPI 01/06, 02/06, 03/06, 04/06, 05/06, 06/06, 07/06, 08/06, 09/06, 10/06, 11/06, 12/06, 13/06, 14/06, 15/06, 16/06, 17/06, 18/06, 19/06, 20/06, 21/06, 22/06, 23/06, 24/06, 25/06, 26/06, 27/06, 28/06, 29/06, 30/06 Horário:. 10:00

Compartilhe: