Vivemos novos tempos e a Cultura, mais uma vez, mostra sua força adaptando-se com qualidade, de maneira rápida e criativa. A partir de hoje, todas as atividades dos equipamentos que a POIESIS gerencia acontecerão virtualmente. Nesta página, você encontra todos os conteúdos que são apresentados por programa ou por linguagem artística. A atualização será diária e as novidades serão publicadas nas redes sociais dos Programas. Então curta as nossas páginas e leve + Cultura para o seu dia. Esta ação acontece em conjunto com o #culturaemcasa, desenvolvido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo. <3

Nossas
atividades
estão aqui

Fábricas de Cultura
Museus-Casas Literários
Oficinas Culturais

Museus Casas-Literários

ENCONTRO

BLOOMSDAY 2021 – ULYSSES: O HOMEM MENOS SÓ

Zoom

34º em São Paulo

 

Em sua introdução a Ulysses, de James Joyce, Declan Kiberd observa que se o romance “é o épico do corpo, seus monólogos interiores e sua política pacifista fazem dele um urgentíssimo épico da mente”; para ele, ao reencenar o contexto mítico por meio de papéis como os de Ulisses e Telêmaco, a obra permite lembrar “o que os povos têm em comum através das eras”, alcançando-se, assim, “um dos principais propósitos da arte: fazer com que o homem se sinta menos só”. A edição de 2021 do Bloomsday paulistano evocará o tema por meio de comentários e leituras de fragmentos do romance e de outras criações de Joyce, bem como de fontes e referências suas, como a Odisseia de Homero, a peça Hamlet, de Shakespeare, e a obra do também irlandês William Butler Yeats.

 

Coordenação do programa e apresentação: Marcelo Tápia

 

 

1. Abertura: cônsul da Irlanda no Brasil.

 

2. Breve palestra: O Ulysses e a “eterna afirmação do espírito do homem na literatura”, por Caetano Galindo.

 

3. Leitura, em diversos idiomas, de fragmentos do 17o capítulo de Ulysses, “Ítaca” – apontado como o preferido por Joyce –, em que Leopold Bloom retorna a sua casa em companhia de Stephen Dedalus:

 

– Português (em tradução de Caetano Galindo), por Julio Mendonça.
– Inglês, por John Milton.
– Alemão (em tradução de Hans Wollschläger), por Simone Homem de Mello.
– Francês (em tradução de Auguste Morel), por Eliane Fittipaldi.
– Italiano (em tradução de Giulio de Angelis), por Aurora Bernardini.
– Espanhol (em tradução de J. Salas Subirat), por Tereza Jardini.
– Hebraico (em tradução de Yael Ranen), por Moacir Amâncio.

 

4. Leitura dos versos 105 a 134 do episódio dos Lestrígones no Canto X da Odisseia de Homero, na tradução de Donaldo Schüler, pelo tradutor.

 

5. Leitura de fragmento do 8o capítulo de Ulysses, “Lestrígones”, em inglês, por Donny Correia, e em português, na tradução de Bernardina Silveira Pinheiro, por Reynaldo Damazio.

 

6. W. B. Yeats e o “abismo de si próprio”: uma evocação do autor de A vision, que considerou ter Joyce uma “mente heroica”. Leitura de fragmentos da peça At the Hawk’s Well (O Poço do Falcão) – baseada na mitologia celta e no teatro Nô – na tradução de Marcelo Tápia, Maria Helena Kopschitz e Therezinha Sarno de Vidal Chaves, por Caio Gabriel, Marcelo Tápia e Rodrigo Bravo.

 

7. Apresentação da canção “Down by the Salley Gardens”, cuja letra foi criada por Yeats como tributo à música tradicional irlandesa (Joyce cantou esta canção em 27 de agosto de 1904 na sala de concertos Ancient Concert Rooms, em Dublin). Por Marcelo Tápia e Daniel Tápia.

 

8. “Eis a questão” – leitura dramática do solilóquio “to be or not to be”, da peça Hamlet, de Shakespeare, em tradução de Rodrigo Bravo, pela Cia. Vento Áureo de Teatro.

 

9. Encerramento musical, com Cid Campos.

 

Programação realizada pela Casa Guilherme de Almeida e Casa das Rosas. 

 

Para realizar sua inscrição, clique aqui

 

O evento será online, transmitido pela plataforma Zoom.

 


Esta atividade conta como crédito para o Programa Formativo para Tradutores Literários e para o Programa de Aprimoramento em Tradução Literária.

 

Grátis

Casa das Rosas 16/06 Horário:. 18:30

Compartilhe: